ES pode adotar confinamento total se a ocupação a leito de UTI for superior a 91%

21 de maio de 2020

O governador do Estado, Renato Casagrande, liderou, nesta quarta-feira (20), mais uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública, no Palácio Anchieta, em Vitória.

Foi apresentada a nova Matriz de Risco, que classifica o grau de risco dos municípios capixabas com base nas ameaças e vulnerabilidades frente à pandemia do novo coronavírus. A nova metodologia entra em vigor a partir do próximo domingo (24).

Com a nova Matriz, passam a integrar o grupo de Alto Risco; Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Fundão, Santa Teresa, Alfredo Chaves, Afonso Cláudio, Presidente Kennedy e Marataízes. Até ontem, a ocupação de leitos de UTI em todo ES era de 69,72%.

Essa é a terceira fase da Matriz de Risco, que levará em consideração também os índices de isolamento social e letalidade da doença, além do percentual da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco. Serão mantidos como critérios de classificação o Coeficiente de Incidência de casos confirmados nos municípios e a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

De acordo com o governador, a nova Matriz de Risco prevê agora a classificação de Risco Extremo, caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI superem o percentual de 91%. Casagrande reforçou a necessidade do uso de máscaras em todo Estado, além da manutenção do isolamento social para reduzir o contágio com o vírus.

Com informações do Aqui Notícias.